Quarta-Feira, 25 de Julho de 2018 - 18:24 (Política)

L
LIVRE

DER INICIA SERVIÇOS DE ASFALTO NA RUA MADAGASCAR E NAS RODOVIAS 005 E EXPRESSO PORTO, POR INDICAÇÃO DE LÉO MORAES

Os serviços de pavimentação asfáltica começaram e estão sendo executados pelo DER e CAU


Imprimir página

A pedido do Deputado Estadual Léo Moraes, o Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas, Rodagem e Serviços Públicos (DER) e da Coordenadoria de Ações Urbanísticas (CAU) executa serviços de pavimentação asfáltica em duas regiões de Porto Velho.

A primeira é a Rua Madagascar, no bairro Conceição, Zona Sul de Porto Velho. O parlamentar se reuniu com os moradores para saber as necessidades da comunidade.

“Nos reunimos com as famílias porque queremos trazer melhorias para a região. O asfalto, por exemplo, já era uma reinvindicação antiga da comunidade. Agora a tão sonhada rua asfaltada será realidade para eles.” Explicou o deputado.

Um outro pedido de Léo Moraes que já está em execução é a retomada das obras de pavimentação da RO-005, a conhecida Estrada da Penal. O projeto abrange cerca de 30 quilômetros de asfalto da rodovia, a partir do presídio Urso Branco até a Escola Chiquilito Erse.

Segundo Léo Moraes, o asfalto beneficia o trajeto de caminhões com carga de grãos de toda Rondônia, além das comunidades ao longo da rodovia e localidades ribeirinhas.

Os trabalhos também começaram na Rodovia Expresso Porto, próximo as Irmãs Marcelinas e o Hospital do Câncer na BR-364. Cerca de 1,5 km será asfaltado na estrada para evitar poeira nas duas instituições.

As obras foram iniciadas em agosto de 2016 com limpeza das laterais do leito rodoviário e compactação para aplicação da camada asfáltica. Na época, uma equipe do DER também retiraram a vegetação lateral e a topografia mediu as extensões da estrada.

“Funcionários, acompanhantes e, principalmente pacientes, sofrem com o excesso de poeira na região. No período chuvoso a lama também atrapalha e causa transtornos para chegar até esses importantes locais. Esperamos que isso se resolva para que os que estão em tratamento de saúde, com imunidade baixa, não sofram, ainda mais, com a demora nos serviços.” Concluiu Léo Moraes.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias