Quinta-Feira, 03 de Maio de 2018 - 23:19 (Política)

L
LIVRE

DEPUTADO DE RONDÔNIA VOTA EM PROJETO LEI QUE CRIA CONSELHO LGBTT, MAS ALEGA SER CONTRA A CAUSA E EXIGE VETO

De base extremamente evangélica do interior do Estado, o parlamentar alega que não “compactua” com aprovação. A votação do PL aconteceu numa sessão extraordinária.


Imprimir página

O Projeto de (Lei 845/17) que concebeu o Conselho Estadual de Políticas Públicas e Direitos Humanos para a população de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBTT) aprovado na sessão do dia 23 de abril se tornou um constrangimento para o deputado estadual, Alex Redano (PRB-RO).

De base extremamente evangélica do interior do Estado, o parlamentar alega que não “compactua” com aprovação.  A votação do PL aconteceu numa sessão extraordinária. Em um comunicado feito pela assessoria de imprensa da ALE, o parlamentar justificou a situação da seguinte maneira.

Mesmo justificando ausência o voto do deputado computado e ajudou a aprovar o Projeto de Lei, criando o Conselho Estadual de Políticas LGBTT de Rondônia.

“Tenho meus princípios morais, além de ser evangélico, ao contrário de colegas que usam a situação para angariar votos, eu não aprovo projeto com essas intenções”, reflete.

O certo é que o deputado não gostou e pediu para que a ALE exclua seu voto das “duas sessões, que aprovaram o Projeto Lei . Não querendo participar da 'brodagem”, Alex Redano foi até o governador, Daniel Pereira (PSB) e exigiu que o chefe do executivo estadual vete o documento.

Fonte: Emerson Barbosa - NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias