Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017 - 15:19 (Política)

L
LIVRE

DEPUTADO ANDERSON RESSALTA A NECESSIDADE DE MELHORAR A EDUCAÇÃO

Durante a sessão solene, que contou com a presença de membros da Universidade Federal de Rondônia (Unir), convidados e familiares, o parlamentar fez uma reflexão sobre a necessidade de valorizar e melhorar a educação do estado.


Imprimir página

O deputado estadual Anderson do Singeperon (RO) entregou na quinta-feira (10) o Título Honorífico de Cidadão do Estado de Rondônia ao professor doutor Josenir Lopes Dettoni.

Durante a sessão solene, que contou com a presença de membros da Universidade Federal de Rondônia (Unir), convidados e familiares, o parlamentar fez uma reflexão sobre a necessidade de valorizar e melhorar a educação do estado.

"É com enorme satisfação que entrego essa homenagem a uma pessoa que tem prestado um grande serviço à sociedade rondoniense. Essa homenagem é importante neste tempo em que vivemos momentos difíceis na educação rondoniense, onde os índices e indicadores de algumas escolas estão muito baixos e a criminalidade com uma atuação muito forte”, ressaltou o deputado.

Na presidência da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa, Anderson afirmou que tem atuado em defesa da qualidade no ensino, valorização dos profissionais e que estes tenham a necessária autonomia. “Temos alguns modelos de ensino e projetos para se implantar porque algo tem que ser feito. Esse também é meu interesse, de que a educação funcione. A gente está vivendo um momento diferenciado, onde há inversões de valores, mas que a gente precisa combater pensando em um país e futuro melhor para nossos jovens e adolescentes”, evidenciou.

De acordo com o deputado Anderson as falhas no processo educacional tem causado graves consequências, ao citar os reflexos no sistema prisional. “Essas falhas ocorrem desde o seio familiar. Um exemplo disso podemos ver nos presídios superlotados. Quando ingressei como agente penitenciário, há 13 anos, tínhamos cerca de cinco mil presos. Hoje estamos com quase 12 mil, o que muito me preocupa”, revelou.

“O Governo do Estado nos seus discursos lamenta-se por ser o governo que mais constrói presídios. E presídio é caro, escola não é caro não. E o pior, você gastar 8, 10, 15 milhões na construção de um presídio, inaugurar ele e no outro dia esse presídio estoura, no outro dia esse presídio tem fuga. É o dinheiro público, dinheiro nosso sendo jogado pelo ralo. Não está funcionando. Fora os projetos de ressocialização, onde muitos deles não funcionam”, criticou o parlamentar.

A sessão solene foi marcada também por discursos em homenagem ao professor Dettoni. Logo após o deputado, o pai do homenageado e chanceler do Centro Universitário São Lucas, José Dettoni, abriu as explanações relatando a satisfação de saber que o filho seria agraciado com tal homenagem e, após contar a trajetória de Josenir Dettoni, emocionado, declamou um poema autoral dedicado ao filho.

O reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), professor Ari Miguel Teixeira Ott, ressaltou o laço forte de amizade com a família Dettoni e disse ser uma grata satisfação participar e também poder homenagear o professor Josenir. Ott frisou que se orgulha de saber que a Unir também acaba sendo homenageada, quando um dos membros da academia recebe tal reconhecimento.

“Parabenizo e agradeço o deputado Anderson do Singeperon pela oportunidade de presenciar esta merecida homenagem a este grande cidadão que aqui também representa a nossa Universidade Federal”, salientou o reitor.

Emocionado, o novo cidadão honorífico de Rondônia agradeceu ao deputado a honraria e firmou o seu compromisso com a educação e o estado. “Eu amo essa terra, eu amo Rondônia. Eu escolhi essa terra e me comprometo com ela. Comprometo-me a trabalhar com competência, amor e afinco para também ser uma terra mais generosa para todos. Quero uma Rondônia melhor, uma Rondônia que cuide melhor dos seus filhos”, discursou Josenir Dettoni.

Na solenidade também foi entregue “Voto de Louvor” ao Programa Justiça & Cidadania do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, que abrange os estados de Rondônia e Acre.

Sobre Josenir Lopes Dettoni

Com 39 anos de idade, Josenir é professor da Unir há mais de uma década. Formado em Filosofia e Psicologia, é membro do Departamento de Filosofia da Unir, acadêmico de Direito, Especialista em Metodologia do Ensino Superior, Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília (UnB) e, agora, doutorando em Ética pela Unisinos.

Recentemente tornou-se o primeiro professor do estado de Rondônia a ser aceito pela renomada Universidade de Oxford, na Inglaterra, para realizar estágio doutoral como Academic Visitor (professor visitante). Por sua atuação em Oxford, tornou-se membro da Oxford Philosophical Society (Sociedade Filsófica de Oxford), que promove o interesse da filosofia em âmbito global.

Também se tornou pesquisador colaborador do Centre for Values-based Practice in Health and Social Care, da University of Oxford (Centro de Prática-Baseada-em-Valores em Saúde e Assistência Social, da Universidade de Oxford) e pesquisador colaborador da WPA - World Psychiatry Association (Associação Mundial de Psiquiatria), representando dignamente o Estado de Rondônia e o país nessas importantes instituições internacionais.

Ao longo de sua vida profissional, o professor Josenir foi Pró-Reitor de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis da Unir, chefe dos Departamentos de Educação, em Rolim de Moura, e Filosofia, em Porto Velho, conselheiro Superior da Unir, parecerista Ad Hoc do Ministério da Educação - MEC, autor e coordenador do Projeto de Extensão Cidadania Ativa, presidente do Comitê de Ética Pública da Unir, representante da Unir na elaboração da Lei do Sistema Estadual de Cultura, bem como relator e primeiro coordenador do Programa de Reestruturação e Expansão da Universidade Federal de Rondônia, que criou mais de vinte novos cursos de graduação em todo o estado.

Quanto a sua atuação social, é fundador da ONG Organização Cidadania Ativa, conselheiro do Conselho da Comunidade na Vara de Execuções Penais do Município de Porto Velho (Ressocialização de Apenados e Direitos Humanos), ex-conselheiro do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas do Município de Porto Velho, ex-conselheiro da primeira formulação do Conselho Estadual da Juventude e representante de Rondônia em encontro nacional de Políticas para Juventude em Brasília.

Fonte: 010 - assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias