Segunda-Feira, 09 de Julho de 2018 - 16:19 (Eleições 2018)

L
LIVRE

DE SURPRESA, DATENA VOLTA À TV E DESISTE DE CANDIDATURA AO SENADO

Apresentador estava afastado da televisão desde o último dia 24 de junho.


Imprimir página

SÃO PAULO - O apresentador José Luiz Datena desistiu oficialmente de ser candidato ao Senado pelo DEM. Nesta segunda-feira, ele retornou, de surpresa, ao comando do programa "Brasil Urgente", na Band. A presença dele no ar elimina qualquer possibilidade de ele concorrer nas próximas eleições, como prevê a legislação. Datena estava afastado da televisão desde o último dia 24 de junho.

— Deixa eu falar uma coisa aqui. É claro que aparecendo na televisão, como eu estou aparecendo agora, fica eliminada qualquer possibilidade de eu ser candidato a qualquer cargo eletivo na República Federativa do Brasil. Como eu deveria ser candidato ao Senado brasileiro, é claro que tomar decisão é uma coisa muito difícil porque é extremamente solitário porque você ouve muita gente, mas quem decide é você — disse o apresentador.

Datena, que havia anunciado sua candidatura há duas semanas, comunicou sua desistência ao dirigentes do DEM somente no início da tarde desta segunda-feira. Até pela manhã, a equipe de João Doria, pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, não sabia da decisão.

O ex-prefeito de São Paulo era o principal entusiasta da candidatura do apresentador. No último sábado, Doria, em viagem a Caraguatatuba, no litoral paulista, deu como certo a participação de Datena nas eleições. Na ocasião, o tucano disse que o apresentador estaria em campanha a partir desta terça-feira.

Uma hora após Datena anunciar no ar que não seria mais candidato, Doria divulgou uma nota oficial afirmando que a desistência foi um acordo entre eles. O apresentador teria alegado pressão da família, que era contra a entrada dele na política.

“Datena é um grande valor da televisão brasileira, uma figura humana exemplar e contribuirá para a vida pública prosseguindo à frente de seus programas no rádio e na televisão", declarou, em nota, João Doria.

Fonte: 010 - oglobo

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias