CORRUPÇÃO NO BRASIL, POR JÚNIOR CAHULLA - News Rondônia A corrupção não é simplesmente um crime sozinho, mais ele também está associado a outros tipos de crimes menores, como suborno, extorsão, fisiologismo, nepotismo, clientelismo, e peculato.

Porto Velho,

Segunda-Feira , 13 de Julho de 2015 - 14:41 - Colaboradores


 


CORRUPÇÃO NO BRASIL, POR JÚNIOR CAHULLA

A corrupção não é simplesmente um crime sozinho, mais ele também está associado a outros tipos de crimes menores, como suborno, extorsão, fisiologismo, nepotismo, clientelismo, e peculato.

ImprimirImprimir página

A historia da corrupção no Brasil começou com a chegada da primeira caravela portuguesa em território brasileiro e mesmo naquela epoca já havido surgido o neopotismo sendo citado na carta ao Rei D. Emanuel que foi escrita por Pedro Vaz de Caminha, e foi ai que  surgiu a primeira oportunidade de exercer a corrupção na nação brasileira.  No século XVII, o padre Antônio Vieira denunciou os desmandos praticados pelos  colonos e administradores do Brasil.

O tema passou da parte histórica, para o periodo da ditadura militar com o golpe de 1964. Este alvo específico, assim como a denúncia de "infiltração comunista" na vida brasileira houve um discurso moralista, que foi vinculado entre os partidos políticos, os militares, e a classes médias.

A corrupção não é simplesmente um crime sozinho, mais ele também está associado a outros tipos de crimes menores, como suborno, extorsão, fisiologismo, nepotismo, clientelismo, e peculato. Embora a corrupção ajude na lavagem de dinheiro dos traficantes de drogas, ela não se limita a esse tipo de atividade.

O projeto de anticorrupção (lei numero 39/2013)  foi encaminhado pelo poder executivo à Câmara dos Deputados, sendo aprovado na referida casa do poder legislativo em abril de 2013. Esse projeto também passou pelo plenário do senado federal e foi aprovado em 4 de julho de 2013 e sancionado pela nossa “querida” presidente da república Dilma Rousseff no dia 1 de agosto e publicado no dia 2 de agosto do mesmo ano. Essa lei veio com a missão de funcionar de forma fictícia, porque depois da suposta criação surgiram formas muito mais sofisticadas de se cometer o crime de corrupção, como: A máfia dos fiscais, onde cofre público sofre o rombo de 18 milhões de reais; Mensalão que desviou 55 milhões de reais; Sanguessuga; Operação Navalha e uma das mais importantes  que não poderia deixar de citar o escândalo da Petrobrás que foi apelidada de OPERAÇÃO LAVA JATO.

Essa última teve várias fases de investigação e foi descoberta pela polícia em março e investigada a lavagem de dinheiro, com diversas delações premidas.

O que nos resta agora é esperar que as promessas dos governantes se tornem realidade e que esse mal do famoso jeitinho brasileiro acabe depois de tantos escândalos veiculados pela  mídia, pois o povo brasileiro não merece  ter o nome de seu país envolvidos no meio do mar de lamas chamado CORRUPÇÃO.

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: Junior Cahulla

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt