Terça-Feira, 01 de Agosto de 2017 - 15:28 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

CONSULTAS PÚBLICAS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS DE RONDÔNIA CONTINUAM EM AGOSTO

O objetivo da criação e aplicação do Plano de Recursos Hídricos é fazer com que as mais variadas atividades que dependem do uso da água se realizem com segurança e sustentabilidade, garantindo a proteção e conservação dos recursos hídricos da localidade, através de um controle de distribuição.


Imprimir página

A Secretaria do Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) inicia segunda rodada de consultas públicas que tratarão sobre a terceira etapa de elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos de Rondônia. Essa nova etapa acontecerá durante o mês de agosto e irá tratar sobre a apresentação do Programa de Diretrizes, Programas, Metas e Agregação das Ações e Intervenções Recomendadas do plano.

O objetivo da criação e aplicação do Plano de Recursos Hídricos é fazer com que as mais variadas atividades que dependem do uso da água se realizem com segurança e sustentabilidade, garantindo a proteção e conservação dos recursos hídricos da localidade, através de um controle de distribuição.

As consultas públicas serão realizadas no dia 11 de agosto em Rolim de Moura, no dia 1 de agosto em Ji-Paraná, dia 29 de agosto em Porto velho e no dia 1º de setembro em Ariquemes. Com essa fase espera-se colher sugestões dos usuários das Bacias e dados atualizados para complementar o  Plano Estadual de Recursos Hídricos.

A participação pública na apresentação do Programa de Diretrizes, Programas, Metas e Agregação das Ações e Intervenções Recomendadas do plano terá como objetivo a validação do inventário e dos estudos dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos e a avaliação quantitativa e qualitativa da disponibilidade e demanda hídrica no Estado, as informações que deverão incorporar uma visão de futuro, para o horizonte de planejamento considerado, visando estabelecer a conexão entre as decisões tomadas pelos atores das bacias, a realidade existente e a visão de futuro, fundamentadas com dados e resultados de análises empreendidas.

Fonte: 010 - secom/gov-br

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias