Terça-Feira, 10 de Janeiro de 2017 - 15:05 (Direito do Consumidor)

L
LIVRE

CONHEÇA SEUS DIREITOS EM CASOS DE ATRASOS OU CANCELAMENTOS DE VOOS

Os aeroportos ficam lotados devido a grande demanda de passageiros e as chances de acontecerem atrasos, cancelamentos e remarcações de voos é alta.


Imprimir página

Janeiro é mês de férias para muitas pessoas em todo o país. Os aeroportos ficam lotados devido a grande demanda de passageiros e as chances de acontecerem atrasos, cancelamentos e remarcações de voos é alta.

As principais causas de atrasos e cancelamentos são: condições climáticas, manutenção não programada na aeronave, excesso de tráfego aéreo, problemas com a tripulação ou falta de tripulação e volume de ocupação no voo.

Em todos esses casos, as empresas aéreas devem prestar assistência, dar suporte e informar corretamente aos clientes a situação do voo, seu tempo de atraso ou cancelamento.

Se o passageiro se sentir prejudicado ou com seus direitos desrespeitados, a Agencia Nacional de Aviacao Civil (Anac) indica esses passos:

Registrar a reclamação contra a empresa na Anac, que analisará o fato e, se for necessário, aplicará sanção administrativa;

Para reivindicar indenizações por danos morais e/ou materiais, o passageiro deve consultar os órgãos de defesa do consumidor ou dirigir-se ao Poder Judiciário. É muito importante guardar o comprovante do cartão de embarque e os comprovantes dos gastos ou documentos relacionados à atividade profissional que seria cumprida no destino.

Conhea seus direitos em casos de atrasos ou cancelamentos de voos

Direitos

De acordo com a Anac, se o voo estiver com mais de uma hora de atraso, a empresa tem que garantir acesso à internet e a telefonemas. A partir de duas horas, o passageiro pode exigir alimentação.

Se o atraso for superior a quatro horas, a companhia tem que dar acomodação ou hospedagem e transporte. O passageiro também tem direito a receber reembolso integral da passagem, incluindo a tarifa de embarque, ou remarcar o voo para outra data e horário. Há ainda a possibilidade de embarcar no próximo voo da mesma empresa, se houver lugar disponível para o mesmo destino.

Fonte: 015 - jus brasil

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias