Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018 - 16:47 (Comercio e Industrias)

L
LIVRE

CONFÚCIO MOURA ELOGIA PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL E APONTA INDUSTRIALIZAÇÃO COMO META PARA RONDÔNIA

Ele também defendeu a industrialização dos produtos regionais.


Imprimir página

O plano de desenvolvimento industrial do estado, lançado nesta quarta-feira (21), em Porto Velho, pela Federação das Indústrias de Rondônia (Fiero), é, segundo o governador Confúcio Moura, um instrumento que servirá de pesquisa para produção de riquezas a longo prazo. Ele também defendeu a industrialização dos produtos regionais.

“Estado produz muita matéria prima, mas precisa avançar na industrialização e captação de novos mercados. Não tem mais cabimento vender apenas matéria bruta”, afirmou o governador diante de uma plateia formada por lideranças empresariais, na sede da Fiero.

Concebido pela própria Fiero, em parceria com o governo do estado, o plano está centrado em eixos integrados que enfocam temas como logística, energia, educação e segurança hídrica. É a ferramenta oferecida pela federação para servir como base de planejamento e fortalecimento da competitividade.

Confúcio destacou que o estado tem cerca de 800 agroindústiras, sendo que muitas estão se tornando indústrias e deixando a dependência dos subsídios oferecidos pelo estado. “Estão crescendo e oferecendo mais empregos”, afirmou.

Outra virtude do plano, na avaliação do governador, é oferecer meios para que o governante fuja do que define como ‘armadilha do afogadilho’. “O administrador é atormentado pela obras de curto prazo e acabam se afastando do rumo certo da gestão”, esclareceu.

Para Marcelo Thomé, presidente da Fiero, o plano é um marco no desenvolvimento do estado, uma vez que oferece informação estruturada ao empresário. Ele destacou, entre outros temas, a educação, que propõe a preparação de pessoal para atender as demandas que surgirão como decorrência do plano.

A possibilidade da transformação do plano de desenvolvimento em lei foi levantada pelo vice-governador Daniel Pereira e confirmada, posteriormente, pelo deputado estadual Maurão de Carvalho, presidente da Assembleia Legislativa.

Daniel Pereira disse que considera o documento um exemplo para outros segmentos produtivos e concordou que torna mais fácil a tarefa de quem governa pela quantidade de informações oferecidas.

Daniel Pereira adicionou ao discurso ações da área educacional promovida pelo governador Confúcio Moura, como o ensino médio com mediação tecnológica que vai formar 2 mil tecnólogos em cooperativismo. Ele também informou sobre o sucesso das missões realizadas no exterior para promover e atrair novos mercados consumidores dos produtos locais.

ÁGUA

Olivier Girard, diretor da empresa de consultoria Macrologística, responsável pela coordenação da pesquisa que resultou no plano, apresentou detalhes do plano de desenvolvimento aos industriais. Ele reforçou que uma das metas é oferecer confiabilidade a quem quer investir em Rondônia e lembrou que a segurança hídrica é fundamental no planejamento.

Segundo Girard, a crise hídrica que afetou o estado de São Paulo recentemente afastou investimentos, o que não deve acontecer em Rondônia, onde há fartura de água.

Fonte: 012 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias