Quinta-Feira, 27 de Novembro de 2014 - 14:33 (Colaboradores)

CONFÚCIO JÁ TEM LEVANTAMENTO INÉDITO SOBRE REALIDADE DA SEGURANÇA NA CAPITAL E NO INTERIOR, MAS NÃO MODERNIZOU O SISTEMA NO 1° GOVERNO

O resultado, segundo fontes do Sindicato dos Servidores da Policia Civil [SINSEPOL], entidade filiada à Força Sindical, ‘é o desaparelhamento de delegacias, pessoal e da infraestrutura física da própria SESDEC’.


Imprimir página

Porto Velho, RONDÔNIA – Apesar do Governo do Estado ter em mãos um levantamento inédito sobre a real situação em que se encontram distritos e delegacias especializadas no Estado, a cúpula da segurança parece não acordar para a falta de infraestrutura do aparelho policial rondoniense.

O suposto estudo, atribuído ao então secretário Marcelo Bessa e sua equipe da elite da SESDEC, teria sido elaborado ainda na transição de João Aparecido Cahulla [PPS] a Confúcio Moura. O documento, entre outras mudanças, à época, já exigia uma pronta readequação do sistema ao Plano Nacional de Segurança Pública.

A pronta intervenção do novo governo – ungido com mais quatro anos - deixou de ser efetivada a contento. O resultado, segundo fontes do Sindicato dos Servidores da Policia Civil [SINSEPOL], entidade filiada à Força Sindical, ‘é o desaparelhamento de delegacias, pessoal e da infraestrutura física da própria SESDEC’.

O exemplo maior do suposto descaso do Palácio Presidente Vargas, ‘é que o Governador desconhece a realidade a negatividade do sistema’, Além do que a cúpula policial sempre foi ‘de não agir em tempo real para que impedir que as delegacias não posterguem o atendimento por falta de papel na impressora, energia, viaturas, equipamentos e combustíveis’, revelam as fontes.

Além da inexistência das condições mínimas de funcionamento para os distritos e delegacias, o governador parece não ser informado que as Unidades de Segurança Pública [UNISP] há muito não passam por adequação no operacional. No tal estudo, por exemplo, o 2°, 3°, 5° e 8° distritos na Zona Leste da Capital, seriam os mais deficitários’.

O estudo aponta ainda na direção na negatividade e inoperância das bases de Policia Militar. A maioria na Capital foi fechada por questões ‘óbvias’ para dar lugar a outras unidades de segurança. Apenas as bases dos núcleos dos bairros Aponiã e Jardim Santana, segundo policiais ouvidos, ‘oferecem condições de atendimento’.

Um dos males registrados no atual sistema da segurança voltada à população da periferia e dos grandes bolsões inseridos nos mapas detalhados e discriminados dos distritos e bases militares, ‘é a constante queda do sistema’. O cidadão é mandado para outras delegacias. Ao chegar, logo ‘é jogado a outras’ pelo mesmo motivo.

De acordo com analistas em segurança de algumas universidades consultadas por este site de notícias, ‘as delegacias e órgãos integrados ao sistema de segurança pública foram criados pelo Estado para assegurar direitos constitucionais’. As condições de funcionamento estão garantidas e governo algum pode alegar falta de dinheiro, eles afirmam.

O governador não precisa somente conhecer o quadro ‘patológico’ do sistema policial e de segurança do Estado, como anunciado nesta quinta-feira 27. Ele já conhece a realidade e deixou também de ajudar a identificar os principais problemas que atingem policiais, servidores e a população na elaboração de políticas públicas para esses setores, revelaram.

- Com a visível fragilidade do aparelho policial e de segurança pública rondoniense, a população sempre terá seus direitos ameaçados ou violados, segundo um dos policiais vinculados à direção estadual da Força Sindical.

Fonte: Xico Nery

Noticias relacionadas

  • 06.06.2017 21:36
    CASSAÇÃO DA CHAPA DILMA-TEMER: EU NÃO ACREDITO
  • 05.06.2017 13:43
    EU NÃO ME CANSO DE FALAR!!! - POR ZECCA PAIM
  • 03.06.2017 13:31
    COLUNA SOCIAL MARISA LINHARES: FACIMED
  • 02.06.2017 16:50
    CHEGOU O QUE VOCÊ ESPERAVA N-CONTROL AMANSA O VÍRUS DA MANCHA BRANCA
  • 02.06.2017 11:38
    ZEQUINHA É RECEBIDO POR TITULAR DA SEMES E DISCUTEM AÇÕES AFIRMATIVAS ÀS PERIFERIAS DA CAPITAL
  • Comentários

    Veja também

    Outras notícias + mais notícias

    Http://www.Auto-doc.pt