Segunda-Feira, 07 de Agosto de 2017 - 16:26 (Turismo)

L
LIVRE

CONETUR VÊ FESTIVAL DE FORTALEZA DO ABUNÃ COMO GRANDE ATRATIVO PARA O TURISMO DA CAPITAL

Nas últimas semanas, a Funcultural realizou várias reuniões com donos de bares, restaurantes e pousadas do distrito e formou uma comissão de moradores para ajudar na organização do festival.


Imprimir página

Nos dias 1, 2 e 3 de setembro, os olhos do turismo rondoniense estarão voltados para o festival de praia de Fortaleza do Abunã, uma vila de pescadores, localizada a 260 quilômetros de Porto Velho. Este ano, a Funcultural e a Prefeitura de Porto Velho, organizadoras do evento, estimam um público de dez mil turistas para prestigiar os três dias de festival.

Segundo o presidente do Conselho Empresarial do Turismo e Hospitalidade do Estado de Rondônia (Conetur), Raniery Coelho, a Prefeitura acertou mais uma vez ao reativar um festival que sempre movimentou o setor turístico em outras décadas. Para ele, Fortaleza do Abunã é subaproveitado, em se tratando de turismo regional.

“Quem conhece Fortaleza do Abunã sabe de suas belezas. O local está pronto, possui pousadas e restaurantes, além de atender ao turista de Rondônia e Acre em alta e baixa temporada. Precisamos aproveitar melhor esse potencial turístico do distrito”, comentou Raniery.

Nas últimas semanas, a Funcultural realizou várias reuniões com donos de bares, restaurantes e pousadas do distrito e formou uma comissão de moradores para ajudar na organização do festival. São esses moradores, que, por exemplo, irão atuar na acomodação de veículos nos locais de estacionamento e terão preferência direta na venda de produtos, uma oportunidade única de geração de emprego e renda.

“O prefeito Hildon Chaves firmou um compromisso como o turismo e está disposto a cumpri-lo, dando-nos todas as condições para que façamos um bom trabalho. Fortaleza do Abunã é um local paradisíaco e poderia ser uma instância turística sustentável. Já estamos discutindo um projeto, mas precisamos ainda sentar com os parceiros e discutir essa viabilidade”, disse o presidente da Funcultural, Antônio Ocampo.

Fonte: 010 - Luiz Carlos Ribeiro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias