Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017 - 15:34 (Turismo)

L
LIVRE

CONETUR APOSTA EM GASTRONOMIA REGIONAL EM 2017

O Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade do Estado de Rondônia - Conetur - que reúne 27 instituições do segmento de turismo e hospitalidade de Rondônia - quer incentivar em 2017 a gastronomia regional.


Imprimir página

O Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade do Estado de Rondônia - Conetur - que reúne 27 instituições do segmento de turismo e hospitalidade de Rondônia - quer incentivar em 2017 a gastronomia regional. A ênfase é dar destaque à culinária cabocla, ligada aos peixes, temperos e ingredientes usados há anos na cozinha dos rondonienses.

Segundo o presidente do Conetur, Raniery Coelho, a questão da culinária está muito ligada também à cultura dos povos tradicionais já que fazem parte de uma conhecimento herdado e passado de gerações a geração. “A nossa gastronomia regional é muito apreciada não somente por sua variedade, mas também por seu viés cultural amazônida”, definiu.

 Em 2016, o Conetur, por meio da Abrasel, SETUR - Superintendência Estadual de Turismo -,  Fecomércio e SENAC, realizou o segundo festival gastronômico, por ocasião da Portoagro, exposição agropecuária de Porto Velho. O festival consagrou o prato Pirarucu à Rondon de Porto Velho como prato típico de Rondônia, reconhecido pela Superintendência de Turismo do Governo de Rondônia.

 Do festival de 2016 participaram chefs renomados de restaurantes de Porto Velho que passaram a incluir o saboroso prato em seu cardápio. No Pirarucu Rondon de Porto Velho, o  peixe ganha  sabor especial com o toque de iguarias típicas como o jambu, o tucupi e a banana da terra. Cada restaurante, no entanto, deu uma personalidade própria à receita, seja na apresentação do prato ou na forma com ele é servido.

Para 2017, o Conetur vai repetir a dose em Porto Velho, entretanto, pretende incluir edições do festival também nos municípios turísticos de Ouro Preto do Oeste e de Guajará-Mirim. O objetivo dos festivais é valorizar a cultura de Rondônia e fomentar o turismo gastronômico no Estado. " Da mesma forma que os outros estados e países estrangeiros valorizam sua cultura, seus produtos, sua culinária, temos que valorizar as nossas riquezas", frisou o presidente Raniery. 

Fonte: 010 - Marcos Santana

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias