Sexta-Feira, 20 de Abril de 2018 - 12:05 (Agronegocios)

L
LIVRE

CONAB PODE VENDER ATÉ 1 MILHÃO DE T DE MILHO E COMPRAR 70 MIL T DE ARROZ

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já está autorizada a vender até 1 milhão de toneladas de milho em grãos para o atendimento aos criadores, por intermédio de leilões públicos.


Imprimir página

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já está autorizada a vender até 1 milhão de toneladas de milho em grãos para o atendimento aos criadores, por intermédio de leilões públicos. A resolução do Conselho Interministerial de Estoques Públicos de Alimentos (Ciep), responsável pela autorização, foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (20).

No caso do milho, a medida atende a demanda dos criadores de animais em todo o país, uma vez que os preços do cereal no mercado estão iguais ou superiores ao preço de liberação de estoque, definido pelo governo em R$ 19,95 a saca de 60 kg no estado de Mato Grosso.

A comercialização do produto será feita por meio de leilões públicos realizados pela Conab. A expectativa é que ainda nesta sexta-feira seja publicado um Aviso de Venda pela Companhia de 200 mil toneladas do grão. Poderão participar criadores de aves, suínos, bovinos, ovinos e caprinos cadastrados no Sistema de Cadastro Nacional do Produtor Rural (Sican) e representados por bolsas de mercadorias. O leilão deverá ocorrer na próxima sexta-feira (27).

Compra de arroz – A resolução também autoriza a aquisição de até 70 mil toneladas de arroz em casca. Para isso serão destinados cerca de R$ 50 milhões para a compra do produto em todo o país. As operações serão realizadas pelas superintendências regionais da Conab, por meio do mecanismo de Aquisições do Governo Federal (AGF), previsto na Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM).

A medida torna-se necessária uma vez que há uma pressão de oferta, ocasionada pelo início da colheita, mantendo o valor de comercialização do produto abaixo do preço mínimo estabelecido pelo governo. Como resultado dessas operações, esperam-se um enxugamento do mercado e uma mudança das expectativas de queda de preço no setor.

Para realização da venda do produto o produtor estar cadastrado. Além disso, o produto deve ser classificado e depositado em uma das unidades armazenadoras da Conab ou em armazéns credenciados pelo órgão. O grão deve ser adquirido pelo preço mínimo de R$36,01 a saca de 60 kg, podendo variar de acordo com sua classificação em função dos ágios e deságios previstos no Manual de Operações da Conab.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias