Terça-Feira, 06 de Maio de 2014 - 14:54 (Colaboradores)

COMO UM ERRO MÉDICO BRINCAR DE JORNALISTA TAMBÉM PODE LEVAR A MORTE

As pessoas andam brincado de fazer jornalismo e isso é muito perigoso, pois pode ferir e levar até a morte quando não se tem responsabilidade naquilo que se divulga.


Imprimir página

Com a abertura das mídias sociais hoje o que percebe-se  é uma grande leva de pessoas brincando de ser “jornalistas”, publicando fatos com imagens, em rádios, jornais impressos, internet e tv’s não obrigatoriamente levando em consideração que o verdadeiro jornalismo é aquele que dá ouvidos a ambas as partes envolvidas no assunto, ou história. 

Atualmente é muita irresponsabilidade de pessoas publicando coisas e fatos, falando besteira com erros de pronúncia, concordância, e sem veracidade. Isso vem causando sérios transtornos á pessoas, situação que por trás poderá ter manipuladores. Com a abertura cada vez mais ampla da “comunicação” na internet, sem a presteza devida o público em geral vem brincado de ser “jornalista” por pura irresponsabilidade.

O que se sabe até o momento pela imprensa é que a vítima é inocente e apresentava problemas psicológicos. O crime que ocorreu no sábado só veio a tona por conta da morte da mulher na segunda-feira (05) e divulgada.

O fato também gera uma polêmica em torno do diploma de jornalista, pois não é porque a sociedade sabe escrever que todo mundo poderá está apto a ser um profissional, a caso e casos, pois posso ser um jornalista e fazer uma faculdade de medicina e até chegar longe, mas com toda certeza não vou desempenhar um bom papel, pois não é meu dom, assim como muita gente que se mete a ser jornalista e não tem a mínima aptidão para o cargo que exige, além de muito empenho “responsabilidade” e respeito naquilo que se atreve a escrever.

As pessoas andam brincado de fazer jornalismo e isso é muito perigoso, pois pode ferir e levar até a morte quando não se tem responsabilidade naquilo que é divulgado. Escrever sem checar às fontes, fato, é da mesma maneira que uma fofoca que vai espalhar-se e causar algum mal a um determinado alguém. Uma palavra maldita (expressada) é como uma notícia na internet, dificilmente poderá ser apagada.

Fonte: Da redação NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias