Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017 - 14:11 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

CIDADE MAIS VERDE PREFEITURA DE PORTO VELHO LANÇA O MAIOR PROGRAMA DE ARBORIZAÇÃO DA REGIÃO

Plantio iniciou pelo conjunto cristal da calama onde serão plantadas três mil mudas


Imprimir página

O prefeito de Porto Velho, dr. Hildon Chaves, lançou na última quinta-feira, 21, data alusiva ao “Dia da Árvore”, o maior programa de arborização da região, o “Cidade Mais Verde”. Coordenado pela Subsecretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) o programa visa o plantio de 250 mil árvores na capital de Rondônia.

A previsão é de que sejam plantadas 100 mil árvores na área urbana da cidade e mais 150 mil na zona rural, que serão disponibilizadas aos agricultores para serem utilizadas na recuperação de áreas degradadas. O plantio iniciou pelo conjunto residencial “Cristal da Calama” onde serão plantadas três mil mudas, sendo que 600 foram plantadas durante o lançamento do programa.

O número de mudas disponibilizadas ao conjunto levou em conta o quantitativo de unidades habitacionais existentes no residencial (2.641 casas). “Os moradores receberão suas mudas na solenidade de entrega das chaves dos imóveis. Eles ficarão responsável em cuidar dessas mudas”, explicou o secretário Robson Damasceno, da Sema.

Os próximos conjuntos residenciais a serem atendidos pelo Cidade Mais Verde são o Porto Madeiro I, II, III e IV, condomínios gerenciados pela Prefeitura de Porto Velho e que também serão arborizados pelo município. Nos quatro residenciais serão plantadas 6,8 mil mudas. “Serão mil e setecentos em cada um deles”, adiantou o secretário.

Ao se pronunciar sobre o programa, o prefeito de Porto Velho, dr. Hildon Chaves, afirmou que o crescimento desordenado das cidades tem comprometido a qualidade de vida dos seus habitantes, com o distanciamento do homem da natureza e a ausência desta em meio à paisagem edificada, uma realidade de Porto Velho também, apesar de a cidade pertencer a um dos estados que compõem a região da Amazônia,

“Percebe-se claramente isso quando se anda pelas ruas da cidade. São muito poucas árvores plantadas e a arborização abundante, é fundamental para se ter uma melhor qualidade de vida. Esse quadro precisa mudar e é isso que estamos fazendo com o lançamento desse programa, com o qual queremos também envolver a população, porque sem a participação popular, não vamos atingir o objetivo esperado”, disse.

Dr. Hildon também fez questão de lembrar que a arborização urbana proporciona inúmeros benefícios à cidade, como ambientais, estéticos, sociais, econômicos. Dentre os aspectos ambientais, o prefeito citou o papel importante na melhoria das condições climáticas, proporcionando conforto ambiental. “Porto Velho precisa se adequar e incorporar na sua gestão ambiental projetos ou programas de arborização para obtenção de um ambiente urbano mais agradável”, frisou.

Fonte: 010 - sema

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias