Domingo, 30 de Julho de 2017 - 10:32 (Artigos)

L
LIVRE

CARTA ABERTA

A PGR concede imunidade ampla e irrestrita aos irmãos Batista, criminosos confessos de mais de 200 crimes!


Imprimir página

Não há político confiável no Brasil. Todos, com raríssimas exceções, fazem parte de um ou de outro esquema de corrupção, alguns fazem parte de todos, especialmente a alta cúpula da Câmara, do Senado da República e do Governo Federal.

Há muito tempo o Congresso Nacional é dirigido por bandidos como ACM, Sarnei, Renan Calheiros, Romero Jucá, Eunício Oliveira, Jader Barbalho, Edson Lobão, Tião Viana, para ficar apenas em alguns exemplos. Na Câmara não é diferente. Por lá já passaram pela

presidência Aécio Neves, Inocêncio Oliveira, João Paulo Cunha, Arlindo Chináglia, Severino Cavalcante, Henrique Eduardo Alves, Valdir Maranhão, Eduardo Cunha e, agora, Rodrigo Maia, dentre outros. Os que não conseguem chegar à mesa diretora das duas casas amontoam-se em Comissões e CPI's que são constituídas para que nada relevante seja apurado.

As cortes judiciárias, especialmente o STF e o STJ, já deram mostras de sobra que não estão nem um pouco preocupadas com os anseios da sociedade brasileira através de decisões reiteradas que comprovam tal fato. Assistir uma sessão do STF causa enjoo ao ouvir votos de

"Ministros" como Ricardo Lewandowski, Dias Tófoli, Gilmar Mendes, Rosa Weber, e até Marco Aurélio Mello e o Decano Celso de Melo, que com seu voto de desempate, acabou dando provimento aos Embargos na famosa ação penal 470, conhecida como Mensalão, fulminando todo o árduo trabalho realizado pelo então Ministro Joaquim Barbosa. Recentemente tiraram da prisão e mandaram para seus condomínios luxuosos criminosos como José Cláudio Genu, José Carlos Bumlai, José Dirceu, Ricardo Hoffman e dezenas de outros bandidos.

Nas de segunda instância não é muito diferente. Basta ver decisões recentes do TRF4 de Porto Alegre em relação a algumas sentenças proferidas pelo Juiz Sérgio Moro, absolvendo criminosos condenados com base não em um, mas em inúmeros delatores da Lava-Jato.

A PGR concede imunidade ampla e irrestrita aos irmãos Batista, criminosos confessos de mais de 200 crimes!  O Rio de Janeiro está um caos devido às inúmeras ações delituosas do ex-governador Sérgio Cabral e seus asseclas e está totalmente dominado pelo crime organizado.

O MST e similares têm licença para invadir e matar impunemente. Ainda ontem invadiram uma fazenda em Marabá, no Pará, atiraram nos seguranças, mandaram um para o hospital e botaram fogo em tudo que encontraram pela frente, sede, tratores e maquinários. Tudo virou carvão e nada acontece com esses bandidos. O seu chefe maior, outro bandido chamado João Pedro Stédile jamais foi incomodado pela justiça, muito pelo contrário, sempre desfilou com desenvoltura em meio às autoridades nacionais, especialmente nos últimos quinze anos da era PT, além de ser recebido por Chefes de Estado da América Latina, dentre eles ditadores como Chaves e Maduro da Venezuela.

Ao povo só resta esperar que tudo um dia melhore. Mas até quando vamos esperar? Portanto, não temos mais a quem recorrer. Se as Forças Armadas entenderam que até agora não havia motivos para intervir, creio que é chegada a hora. Basta de discursos nos quartéis. É preciso convocar a população de bem e agir. Não há momento mais propício. O povo está desencantado com os políticos como jamais esteve e ansioso para que surja uma solução definitiva para esse estado de coisas que assolam o nosso país.

Vamos esperar a Globo derrubar o Temer para empossar o Maia e depois o Eunício? Vamos esperar o TRF4 sentar sobre o processo desse pinguço vagabundo e deixar que ele se candidate novamente à Presidência com esse discurso surrado de pai dos pobres ou do nós contra eles? Da casa grande x senzala? Da elite opressora dos pobres? Ou vamos esperar pelas manobras já em curso na Câmara Federal para conceder imunidade aos candidatos a partir de fevereiro/18, através da já chamada Lei Lula?

Com todo respeito que os Generais merecem, é chegada a hora de cessar os discursos e tomar atitudes. É chegada a hora de agir. O que esperamos é ver todos esses sanguessugas da nação no lugar que eles merecem, a prisão. É a extinção total e completa dos PCCs da vida. A eliminação do tráfico de drogas em nosso país juntamente com seus integrantes que tanta desgraça causa às famílias brasileiras. A extinção de todos esses partidinhos políticos que só servem para alugar suas legendas e enriquecer seus dirigentes. O combate incessante às ideias comunistas e do Estado paternalista que tem que prover a tudo e a todos através do sufoco daqueles que empreendem e trabalham cinco meses por ano apenas para pagar impostos. E por fim, expulsar do país as mais de setenta mil ONGs que se amamentam voluptuosamente do dinheiro público e trabalham contra o desenvolvimento do Brasil.

É isso que esperamos das Forças Armadas Brasileiras, dentre outras coisas que não me ocorrem nesse momento de improviso, mas que certamente existem, pois nossas mazelas são imensas e incontáveis! Apesar de já ser quase um sexagenário, ainda tenho energias suficientes para, se chamado, lutar pelo meu país, para que meu filho e meus futuros netos tenham uma pátria melhor para viver.

 

Vicente de Paulo Russo

   - OAB 12.746 PR -

 

O autor, advogado em Maringá/PR, é possuidor do Ciclo de Estudos de Política e Estratégia (CEPE). Sua Carta Aberta é um protesto contra o atual estado de coisas que nos envergonha a todos. 

Fonte: Osmar José de Barros Ribeiro

Noticias relacionadas

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias