Terça-Feira, 18 de Julho de 2017 - 16:31 (Agronegocios)

L
LIVRE

CAFÉS DO BRASIL GERAM RECEITA CAMBIAL DE US$ 5,64 BILHÕES NO ANO SAFRA 2016/2017

Exportações atingiram 33 milhões de sacas de café ao preço médio de US$ 171,48. Principais destinos foram EUA, Alemanha, Itália, Japão e Bélgica


Imprimir página

As exportações dos Cafés do Brasil totalizaram 32,9 milhões de sacas de 60kg no período de julho de 2016 a junho de 2017 e geraram receita cambial de US$ 5,64 bilhões. Esses números representam aumentos de 5% na receita cambial e de 13,4% no preço médio da saca, se comparados com o mesmo período anterior. Com esses resultados, o Brasil continua em primeiro lugar na exportação do café, além de ser também o primeiro na exportação do açúcar, suco de laranja, carne de aves e soja, e, com isso, tem-se mantido como terceiro exportador agrícola do mundo, atrás da União Europeia e Estados Unidos.

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé, no seu Relatório mensal junho de 2017, apontou que desse volume das exportações de café de 32,9 milhões de sacas, 28,9 milhões de sacas foram de arábica e 278 mil sacas de robusta. A exportação de café solúvel totalizou 3,6 milhões de sacas e o Torrado & Moído, aproximadamente, 29 mil sacas, no período de julho de 2016 a junho de 2017. Especificamente em relação ao mês de junho deste ano, o total das exportações dos Cafés do Brasil apresentou queda de 16,3%, registrando o volume de 2,051 milhões de sacas. E a receita cambial alcançou US$ 341,8 milhões, cujo preço médio por saca foi de US$ 166,63, representando aumento de 13,5% em comparação ao valor médio de junho de 2016.

Fonte: 010 - Embrapa Imprensa

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias