Sexta-Feira, 09 de Fevereiro de 2018 - 19:14 (Esportes)

L
LIVRE

BATE PAPO COM O CAMISA 10 DO RIVER, SÍRIO EDUARDO

Confira!


Imprimir página

Fale um pouco de você? Personalidade, títulos, paixão, time do coração, sonho e metas

Eu respiro futebol, dia e noite! Amo jogar bola, acredito que é DOM e devido às circunstancias da vida, optei por estudar e não seguir no caminho profissional, desde que me entendo por gente jogo bola! Não sou lá essas coisas, mas já conquistei muitos títulos mas no âmbito escolar e universitário! No amador não tem muita coisa, pelo fato de direcionar minha vida para o caminho dos estudos, mesmo porque viver de futebol em Rondônia não é possível, devido a falta de profissionalismo e incentivo do meio público e privado, sem falar das alamedas obscuras que existe dentro do futebol. Tenho minhas próprias convicções e procuro ser o mais coerente e justo possível em um mundo incoerente e injusto.

Sou palmeiras!

Explicar a emoção de ser palmeirense, a um palmeirense, é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense... É simplesmente impossível!  ( Joelmir Beting )

Então não queira que eu explique. Simplesmente Palmeiras.

Sonhos e metas. Bom estou abraçado com o Luiz nesse projeto River! As metas foram traçadas e alguns objetivos alcançados e os demais serão gradativos com o tempo e o amadurecimento da nossa equipe! O nosso SONHO já não existe, pois ele foi transformado em metas e objetivos, se tornou algo possível e palpável, que chegará no seu ápice em breve, quando alcançarmos os títulos que é um dos objetivos finais. Pois o principal é formar não um time de FUT7, mas sim uma família com honestos cristãos e honrados cidadãos.

Quem são suas inspirações?

DEUS em primeiro lugar !

Minhas mulheres!

Nossa Senhora de Fátima ao qual sou devoto.

Minha avó Maria de Nazaré e mãe Pêdra Leocádia que me fizeram o que sou hoje e minha companheira, amiga, cúmplice e mulher Fernanda Renata! E agora a família RIVER

Como foi a recepção do River na sua chegada? Desde os atletas até a comissão técnica?

Super tranquila! Os atletas são muito humildes, gente do bem, sem estrelismo, sem arrogância! Me receberam super bem. Só na hora do coletivo, que levei umas cotoveladas, mas no resto foi tranquilo. Comissão técnica com o Luiz e o deividi foram super receptivo, rsss apesar de que devem ter se assustado quando viram um gordinho entrando em campo! Reagiram bem.

Você chegou no fim de 2017 participando da taça Porto Velho, já vai para 3 meses na equipe, como está o desenvolvimento da equipe? E tem alguma diferença do ano passado para HOJE? Se sim! Qual?

A equipe evoluiu muito desde o dia que entrei até hoje! No começo foi difícil pois não existia entrosamento e o estilo de jogo do time fugia muito das minhas características técnicas! Era um jogo muito rápido, correria, time reativo. Meu estilo não casou bem no início, mesmo porque eu estava e estou fora de forma e acompanhar a molecada era difícil. Hoje o time cadência mais a bola, tem mais toque e movimentação, alguns já entende minha forma de jogar e eu consegui aprender como cada um funciona dentro do esquema, as coisas estão evoluindo bem.

Você falou que era do Futsal, qual a diferença no seu ponto de vista do Futsal para o Fut7? E como é o Fut7 amador na capital no qual vocês disputam com as demais equipes?

A diferença técnica e tática é gritante! O ritmo, bola, piso, tempo de jogo! Dinâmica das partidas. O Fut7 é novo pra mim, porém pelo que pude perceber não difere muito da organização do futsal. Diferença é que o fut7 está ganhando terreno agora devido a proliferação de campos sintéticos do município. Porém está muito aquém do futsal.

Sabemos que existe grandes equipes nas quais vocês irão enfrentar, com grandes jogadores, e de muitas experiências... o River pode chegar e brigar de igual para igual sendo caçula?

Acredito que sim! Não tem bobo no futebol e muito menos saco de pancada! Assisti muitos jogos de fut7 no YouTube e pude perceber que se tivermos organização tática e com o preparo em dia, podemos incomodar bastante as principais equipes da federação. E nós estamos trabalhando bastante pra atingir esse nível. O que me preocupa apenas é a parte psicológica da equipe, pois é um fator que influencia na partida e por sermos uma equipa jovem e sem rodagem nessas competições podemos ter problemas, principalmente nos primeiros jogos. A partir do momento que ganhamos experiência nesse aspectos subimos de nível.

MESSI OU CRISTIANO RONALDO?

CR7

Borja ou Keno?

Borja

Uma cidade?

Porto Velho RO, apesar do abandono pelos políticos. Não troco por nada.

Um sonho pessoal?

Exercer a profissão de medicina.

Objetivo pra 2018 atuando pelo River?

A princípio Tornar se uma equipe competitiva e respeitada, para em breve se tornar temida.

Essa foi a entrevista com o ilustre camisa 10 do time do River, SÍRIO EDUARDO.

Fonte: 010 - NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias