Quinta-Feira, 01 de Dezembro de 2011 - 11:55 (Espaço do Internauta)

ATO CÍVICO CONTRA A CORRUPÇÃO EM RONDÔNIA

Segundo a imprensa local por causa da manifestação favorável dos deputados governistas a favor da terceirização, alguns poucos deputados deixaram o plenário impossibilitando que tal questão fosse votada, devido à falta que quórum.


Imprimir página

No dia 29 de novembro de 2011, deram início na Assembléia Legislativa de Rondônia os trabalhos acerca do projeto de lei que versaria sobre a terceirização de serviços públicos estatais em Rondônia (como Educação, Saúde e Segurança Pública), porém, segundo um dos deputados tal intenção do Governo de Rondônia versava exclusivamente quanto à terceirização da Saúde Pública, através da criação de OS's - Organizações Sociais.

As galerias da ALE/RO estavam lotadas de servidores da educação, saúde e alunos de uma escola pública, além de outros populares. O número de pessoas era tão grande que até o corredor que dá acesso ao plenário e galerias estava cheio de pessoas que aguardavam a possibilidade de entrar nos espaços destinados ao público.
 
Segundo a imprensa local por causa da manifestação favorável dos deputados governistas a favor da terceirização, alguns poucos deputados deixaram o plenário impossibilitando que tal questão fosse votada, devido à falta que quórum.
 
Particularmente imagino que tal atitude foi uma jogada a fim de que com a retirada do assunto de pauta, pudessem remarcá-la para outra data oportuna, sem a pressão popular, e possivelmente numa sessão extraordinária noturna... Afinal isso é algo comum na Assembléia Legislativa de Rondônia quando um assunto versa sobre o interesse deles mesmos, isto é, com a terceirização da Saúde poderá haver muitas falcatruas envolvendo os mesmos e essas tais Organizações Sociais.
 
Sem ficar até o final das discussões fui para fora do prédio onde estava acontecendo um Ato Cívico Contra a Corrupção organizado por diversas organizações civis, e que contava com um número pequeno, mas significativo de manifestantes.
 
Após alguns desabafos e relatos feitos por diversas pessoas ao microfone, próximo ao final do movimento a calçada da Assembléia Legislativa de Rondônia foi lavada com o auxilio de um caminhão pipa, num ato simbólico que representava a limpeza daquela Casa de Leis (que se diz ser do povo), bem como a retirada da sujeira que existe nos organismos públicos de todo o Estado de Rondônia.

Fonte: Sáimon River

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias