Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017 - 19:12 (Nacional)

L
LIVRE

ALEXANDRE FROTA E CAPANGAS AGRIDEM POPULARES EM ATO DE SOLIDARIEDADE À EX-MINISTRA

Inconformado com derrota em segunda instância para Eleonora Menicucci, Alexandre Frota difama desembargador. Antes, ao lado de capangas, ex-ator pornô havia agredido populares (vídeo). Absolvição de Eleonora emocionou mulheres


Imprimir página

A ex-ministra de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci, foi absolvida em segunda instância da acusação a título de danos morais, por ter afirmado que Alexandre Frota fez apologia ao estupro durante um programa de televisão.

Dezenas de mulheres se mobilizaram em defesa da ex-ministra, em frente ao Fórum João Mendes Junior, na zona central de São Paulo, nesta terça-feira (24/10), onde ocorreu o julgamento. Durante sua chegada ao Fórum, Frota entrou em confronto com os manifestantes, e chegou a bater em um deles (vídeo abaixo).

Ao comentar a decisão judicial, Menicucci afirmou que se tratou de “mais um momento de sua história de luta pela democracia”.

“Essa vitória não é minha, é das mulheres brasileiras, porque a primeira sentença legitimava judicialmente a cultura do estupro”, afirmou.

“Ativista gay”

Inconformado com a derrota em segunda instância, o ex-ator pornô gravou um vídeo ao final da audiência para dizer que foi julgado por um desembargador “do movimento gay” que usou a “bunda” no lugar da cabeça, atuando não como um juiz, mas como um “ativista de esquerda”.

“Foi um julgamento político”, acrescentou a banca de advogados de Frota.

“Como a gente já esperava, eu fui julgado por um juiz ativista do movimento gay. Ele não julgou com a cabeça, julgou com a bunda, e deu a causa para a Eleonora, por enquanto. Isso gera jurisprudência, inclusive”, disse Frota em vídeo publicado no Facebook.

Fonte: 010 - pragmatismopolitico

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias