Domingo, 10 de Junho de 2018 - 13:43 (Saude)

L
LIVRE

ALERTA MÁXIMO: PORTO VELHO É UMA DAS CAPITAIS QUE PODE TER SURTO DE DENGUE NOS PRÓXIMOS MESES

Nessas estações, a tendência seria de cair a incidência de doenças associadas ao mosquito.


Imprimir página

Porto Velho (RO) é uma das capitais que, segundo o Ministério da Saúde (MS), devem entrar em alerta para um surto de dengue, zika e chikungunya nessa estação. Um mapeamento divulgado nesta sexta-feira (08) teve base no Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que compila informaçõesenviadas pelas prefeituras entre janeiro e meados de março, revelou a necessidade da prefeitura tomar uma iniciativa para não prejudicar a saúde da população.

Ao lado da capital rondoniense, estão as cidades do Rio de Janeiro, Fortaleza, Palmas, Maceió, Salvador Teresina, Recife, Brasília, Vitória, São Luís, Belém, Macapá, Manaus e Goiânia estão no estágio de alerta.

O LIRAa mostra que, além dos municípios que estão em situação mais vulnerável, 2.069 estão em alerta e 1.711 apresentam índices satisfatórios. A lista com a situação de cada cidade está disponível no portal do Ministério da Saúde que revela que são 1.153 municípios brasileiros, o que corresponde a 22% do total, têm alto índice de infestação e risco de surto para dengue, zika e chikungunya, o que indica a necessidade emergencial de intensificar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças, mesmo durante o outono e o inverno.

O MS informa que as ações de prevenção e combate ao Aedes aegypti são permanentes e tratadas como prioridade. Entre as medidas tomadas para combater o mosquito está a criação da Sala Nacional de Coordenação e Controle, que orienta e articula ações contínuas ao longo do ano com governos estaduais e municipais para combate ao vetor e monitora a situação epidemiológica e as atividades para enfrentamento do mosquito.

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias