Quarta-Feira, 11 de Abril de 2018 - 14:28 (Tecnologia)

L
LIVRE

AGRISHOW APRESENTA TECNOLOGIA DE VANGUARDA PARA PESAGEM E CONTENÇÃO DE BOVINOS

Feira é a maior da América Latina e palco dos principais lançamentos de máquinas e implementos agrícolas e pecuários, segmentos que terão de aumentar em 60% a produtividade nas próximas três décadas.


Imprimir página

A população mundial está crescendo. Segundo estimativa da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação  (FAO), em 2050, passaremos dos atuais 7 bilhões de pessoas para mais de 9,5 bilhões.

África, Europa e China vão mais que dobrar a população urbana, que, por sua vez, impactará fortemente a demanda por alimentos de melhor qualidade. E o Brasil é o único país em condições de atender de maneira sustentável.

A agricultura e a pecuária brasileira podem dobrar a produção apenas com o aumento da produtividade de carne e leite por animal, sem a necessidade de novos desmatamentos. Mas, sem o uso de tecnologia é impossível.

E o que existe de mais inovador nos dois setores estará na Agrishow, em Ribeirão Preto (SP), entre 30 de abril e 4 de maio. Troncos de contenção e balança eletrônica, por exemplo, são itens primordiais na pecuária moderna, mas existem em apenas 15% das fazendas.

Um problema porque a própria FAO posiciona o Brasil como “celeiro do mundo” e estima que os produtores rurais terão de aumentar em 60% a produção de alimentos.

“O tronco de contenção agiliza os processos na fazenda de gado de corte, especialmente no momento da vacinação, castração, pesagem ou colocação dos brincos de identificação”, relata Gabriel Hauly, 35 anos, diretor da Açôres Balanças e Troncos, empresa pioneira no segmento, em atividade no País desde 1956.

Gabriel Hauly também adverte que são equipamentos eficientes para garantir bem-estar aos animais e segurança aos funcionários, evitando acidentes. Outro item importante é a balança eletrônica, normalmente acoplada ao tronco de contenção.

“A balança eletrônica monitora o ganho de peso do lote, prática importante pelo fato de o pecuarista ser remunerado conforme o peso vivo do animal, além de garantir a dosagem correta de medicamentos”, lembra Hauly.

Lançamentos na Agrishow

Na Agrishow 2018, que corre em Ribeirão Preto (SP), de 30 de abril a 4 de maio, a Açôres lança os troncos Premium III e Americano Premium III e apresenta as balanças eletrônicas Heavy Duty e ACR Heavy Duty Full, além do Gran Smart Prime, totalmente operado por controle remoto.

Tronco Gran Smart Prime

Esse é um tronco eletro-hidráulico com tecnologia avançada indicada para pecuaristas de grandes rebanhos. É recomendado a quem atua no ciclo de cria, recria, engorda ou confinamento porque leva rapidez, segurança e economia aos processos, por ser controlado por um único operador.

Reduz a necessidade de mangueiras e pode ser operado a uma distância de 100 metros. “Portões, grades, empurrador, anticoice, tudo é acionado por um simples aperto de botão no joystick sem fio”, explica Hauly. Gran Smart Prime oferece três tipos de apartação.

Tronco Premium III e Americano Premium III

Esses são os lançamentos da Açôres na Agrishow 2018. O Tronco Premium III é recomendado para o pecuarista que cria e recria, já o Tronco Americano Premium III é destinado aos dois sistemas, engorda, ciclo completo e confinamento.

São práticos, confortáveis, feitos em madeira nobre, tipo exportação, e dão acesso à cabeça e ao posterior do animal. Acompanham pescoceira ativada por comandos de acionamento curto e muito leve.

De formato cônico e revestida de borracha, essa pescoceira não machuca o gado. Um alongador ainda facilita manejos arriscados como marcação a fogo na cara e colocação de brincos.

O portão anticoice é de correr. Assim, protege o operador e viabiliza a movimentação no local. O gradil 80x80 é resistente e se ajusta automaticamente ao corpo de animais de qualquer porte.

Entre outras características, tem duas janelas e três travessas inferiores com trinco bate-e-fecha, porcas autotravantes, assoalho antiderrapante em borracha e parafusos sem pontas.

Trata-se de uma tecnologia totalmente voltada ao bem-estar animal, para ele não se ferir ou perder qualidade de carne ao abate. Os dois produtos seguem com kits opcionais de imobilização e para movimentação dos operadores.

Heavy Duty e ACR Heavy Duty Full

As balanças eletrônicas conjugadas da Açôres são opcionais e programadas para sete tipos de apartação. Com interface amigável, o visor antirreflexo é feito em policarbonato de alta resistência, similar à tecnologia utilizada em janelas de aeronaves e viseiras dos capacetes dos pilotos de fórmula 1. São à prova d’água, poeira e quedas.

Armazenam 1.500.000 pesagens – as mais potentes do mundo. Bateria de 13 horas, conexões Bluetooth e USB compatível com Windows, que dão acesso ao app ACR Control, para gestão de relatórios. Pesam de forma individual ou por lote, estimando, inclusive, o valor em Reais por cabeça. Como opcional dela, segue bastão para leitura de brincos eletrônicos.

A empresa preparou um novo catálogo de produtos que já disponibiliza os troncos lançados e apresentados na Agrishow 2018 em Realidade Aumentada, uma nova tecnologia 3D. Basta baixar o app da Açôres disponível para Android e IOS e apontar a câmera para os marcadores contidos na publicação. 

História da Açôres no Brasil

A marca surgiu em 1956, quando Anwar Hauly decidiu adquirir a empresa de um grupo alemão. À época, existiam apenas a Açôres e uma outra companhia do segmento de pesagem.

Em sua terceira geração, a empresa com sede em Cambé (PR) foi dirigida pelo filho de Anwar, Eder Jorge Hauly, e hoje já é comandada pelo neto Gabriel Hauly, de 35 anos.

Possui filiais em Campos dos Goytacazes (RJ), Várzea Grande MT), Campo Grande (MS) e Goiânia (GO). América Latina, África e Europa são mercados de exportação da Açôres, que tramita também com Estados Unidos.

Investe pesado em pesquisa e desenvolvimento, o que resultou no primeiro tronco de contenção móvel metálico do Brasil (Tronco Metálico Móvel Impacto) e o primeiro com controle remoto (Gran Smart Prime). Também é a primeira empresa a utilizar tecnologia de Realidade Aumentada no agronegócio brasileiro.

“Possuímos balanças eletrônicas, currais e troncos de contenção para todos os ciclos de produção da pecuária, incluindo o sistema de Integração-Lavoura-Pecuária-Floresta”, destaca Gabriel Hauly, diretor da Açôres, que registra crescimento de 30% ao ano, segundo informa.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias