Sabado, 03 de Dezembro de 2016 - 08:30 (Colaboradores)

L
LIVRE

A GUERRA ARCULANA – Por Max Diniz Cruzeiro

Escrevo para Dionísio de Kitara estas instruções para sobreviver e avançar nos próximos anos no planeta Paraíso.


Imprimir página

DIÁRIO DE BORDO

Escrevo para Dionísio de Kitara estas instruções para sobreviver e avançar nos próximos anos no planeta Paraíso. A incerteza preditiva que me impus foi para permitir avançar como um anônimo nas mesmas regras que os demais habitantes de paraíso, caso fosse o contrário, e me abastecesse de privilégios para meu próprio usufruto estaria eu condenado na Guerra Arculana que nossos sistemas preditivos nos indicam que irá ser desencadeada em breve.

Dionísio, arrisquei minha integridade e todo meu projeto ao me aproximar de você. Porém, diante de todos os empecilhos consegui concluir a base do que estava escalado para fazer nesta etapa de vida. Se persisto em meu projeto é exclusivamente para avançar a etapa seguinte que está prevista para começar o seu funcionamento por volta do ano 3000.

Como você já percebeu, eu não sou deste planisfério, embora tenha nascido e carnificado dentro desta estrutura humanoide. Nós não somos seres nocivos em relação a outras raças ou espécies e estamos sempre dispostos a migrar nossas tecnologias para auxiliar quem necessitar para chegar a um padrão existencial ao qual um dia conseguimos alcançar.

Temos total domínio sobre a matéria e nossos corpos originais são extensão do próprio universo, em nosso estágio original podemos assumir quaisquer feições físicas, e não dependemos da colaboração pareada para nos multiplicarmos quando desejamos inserir um novo membro em nossa sociedade.

Sabemos que esta zona será afetada em breve por uma forte descarga energética que irá causar a sensação de embodeiramento em muitos indivíduos, a negatividade proporcionada por esta descarga é suficiente para acelerar o afloramento de densas paixões, disputas e rivalidade entre as pessoas.

Portanto a Guerra Arculana é praticamente inevitável a menos que um fator não previsto, que é uma componente muito rara seja desencadeada neste quadrante, a fim de orientar a percepção humana para um sentido mais canalizador de sensos de cooperação entre indivíduos fique ativa neste momento.

Não tenho certeza se eu irei sobreviver dentro de uma sequência de 7 grandes ondas. Por isto deixo estas instruções armazenadas para que você possa continuar a sua jornada ou seus descendentes dentro de padrões éticos considerados nobres por todo ser humano.

A primeira onda é tímida, já foi iniciada, você bem o sabe, pois foi um dos afetados. Nesta onda elevamos intencionalmente a pressão arterial de todos os indivíduos do planeta, a fim de que os menos resistentes fossem canalizados para unidades médicas, em seguida vamos elevar a quantidade de enfermos relativos aos sistemas endócrinos, cada vez mais pessoas serão levadas para centros de tratamento condicionados a afetação de nossas instrumentações de amparo vitais. O objetivo deste procedimento será tratar preventivamente inúmeras pessoas enquanto está instalado e funcional os seus sistemas de atendimento médico.

Os não resistentes aos procedimentos cirúrgicos serão transferidos pelo processo de desacoplamento e acoplamento de corpos para outras unidades biológicas de semelhante desenvolvimento vital para começar a sua trilha novamente do ponto de partida, onde auxiliaremos com nossos instrumentos a continuação da evolução do indivíduo a partir do ponto de declínio de suas funções vitais.

A segunda onda é uma sequência de choques tectônicos e erupções vulcânicas em detrimento das colisões de partículas com esta estrutura planetária. Nossos instrumentos estão deslocados para este setor a fim de que possamos minimizar os riscos de desacoplamento de corpos, mas exige cooperação por parte dos Paraisanos em criar sistemas cada vez mais eficientes de alertas para condicionar retiradas de seres humanos das áreas mais propensas a devastação preservando as unidades biológicas.

A terceira onda é uma sequência anômala que as partículas podem condicionar o sol do setor de Paraíso a manifestar densas explosões atmosféricas. Essa onda é que estamos mais preparados para sanar diante de nossa instrumentação que está na linha de frente da estrela capaz de compensar e descompensar sua força sem maiores transtornos, porém como afirmamos, existe uma pequena probabilidade que um fator não explicado por nossos sistemas preditivos venha a desencadear um efeito anômalo em que um distúrbio solar possa vir a aquecer o Planeta Paraíso, sem que tenhamos tempo de conter a externalidade.

A quarta onda será o empodeiramento. Essa não temos como evitar. Todos estamos sujeitos as mesmas leis e ciclos universais. O que fazemos preventivamente enquanto a onda não afeta e adormece a todos é manifestar por meio de nossos instrumentos o potencial destrutivo dos seres humanos toda vez que determinado quesito vem à tona em seu consciente, acelerando o processo de degradação da consciência para que a própria pessoa consiga se perceber prosperando em um conteúdo de perversão. E estando ela consciente do que ela se predispõe a usar seu senso de extermínio contra si próprio e outras pessoas, esta ser capaz de se ajuizar e criar limites que a impeçam de prosperar em conteúdos de maldade.

A quinta onda é a displicência. A fatídica Guerra Arculana. Onde todos cooperam para um senso de extermínio e destruição. Ela é resultado da consequência das afetações da quarta onda.

A sexta onda é a peste, onde o karma coletivo assola em miséria todo o planeta. Bolsões de vida sobram em cantos específicos do planeta. Os mais resistentes instrumentalmente são canalizados para sobreviver e repovoar o planeta.

A sétima onda é um atraso tecnológico e existencial. Onde a reconstrução do planeta exige bastante esforço e ação coletiva dos sobreviventes.

O período em questão começa do dia 01/01/2017 até 31/12/2027. Se os seres humanos conseguirem passar da quarta onda sem despertar sentido destrutivo na escalada em guerras globais as ondas restantes não serão desencadeadas por um processo lógico de não afetação e anulação da ciclicidade.

Meu destino após o meu desacoplamento será ir para a Região vizinha conhecida como Órion no sistema binário Sírus B. Minha intenção é de levar você Dionísio comigo por duas questões básicas que você precisa saber: a primeira e mais relevante é que sua família receberá todo o amparo necessário para sua sobrevivência, porque um pacto foi realizado em sistema projetivo, no qual o DNA de sua família servirá para meu acoplamento quando retornar a este planeta próximo ao ano 3000; o segundo motivo é sua capacidade intelectual avançada que possui um alto sistema de concentração que fora medida através de nossos instrumentos, que me condicionaram a afetação de elevação da autoestima que sinto por você, no qual posso decididamente dizer que será uma honra ter a sua companhia por 300 anos terrestres ao seu lado em Órion.

Você precisa saber que a vida em Órion equivale a 800 a 900 anos terrestres, e que você terá em seus primeiros anos naquelas terras uma imensa dificuldade de adaptação. Eu serei o seu guia, e mentor espiritual. Onde terei que entrar diversas vezes interventivamente em seu cérebro para te guiar no aprendizado que irá aprender a controlar a instrumentação Oriana.

Você deve saber que a vida tecnológica Oriana exige conhecimento, e qualquer habitante de Paraíso que ingresse naquelas órbitas deve saber que seu aspecto primitivo é considerado paleológico do ponto de vista do homem civilizado daquele lugar.

As leis em Órion são condicionadas a afetação cerebral, atitudes nocivas são repreendidas ainda em fase larval de pensamento. Se eu não tomar a diretiva do seu cérebro em muitas ocasionais você não ficará naquele lugar mais que um ano terrestre de sobrevivência.

Devido à natureza conflitante das mentes dos seres de Paraíso, não posso ofertar que você de imediato também venha a migrar sua família para aquele lugar. Uma vez que não conseguiria por si só ter condições suficientes para monitorar tanta gente cérebro a cérebro ao mesmo tempo.

Da mesma forma quando você estiver preparado para viver com tranquilidade em Órion não terás condição para migrar toda sua família de uma única vez, apenas um membro num período estimado de 50 anos terrestres, até que o treinamento deste fique concluído. Da mesma forma que a vida terrestre, a vida em Órion exige obrigações e responsabilidades, você terá que reconhecer que não terá condição de levar em tão pouco tempo tanta gente que você gostaria que fizesse parte de seu ciclo familiar em Órion.

Eu prevejo que ficarei estabelecido em Órion de 250 anos a 350 anos. De lá terei estrutura para retornar para a capital e levar meu relatório para o Conselho de nosso sistema.

Durante este período de permanência em Órion minha vida caminhará contigo. Após este período terá que se esforçar para auxiliar sua família caso seja seu desejo. E perderá o contato comigo nos anos seguintes até que se complete o ano 3000 no planeta Paraíso. Razão que me encontrará aqui novamente conforme convergência de nosso sinal em vida terrestre.

Eu irei nascer em uma cidade na atual localização de Madagascar. E na idade adulta conforme indícios que deixei para mim mesmo, irei me deslocar na forma de migração para o local atual conhecido como New York.

Lá nos encontraremos pela primeira vez em um parque de diversões, conforme instruções que deixei para você que será um dia de seu conhecimento.

O reconhecimento será através de traço neural, semelhante a um chip no qual permite, até mesmo no momento de hoje, eu estabelecer contato mental contigo sem você perceber.

Confesso que particularmente não gosto do planeta Paraíso, é muito nocivo ainda para o padrão universal, mas temos que concluir nosso processo de colonização e elevar o padrão de bilhões de pessoas para que cheguem a um estado de organização ao qual todos possamos intercambiar comunicação entre nós.

Estando aqui consegui resolver muitos conflitos. Optei pela declaração integral de minhas ações neste setor como uma demonstração de boa fé por parte de nosso Governo Central.

Alguns setores deste planeta nos baniram do desenvolvimento mutuo. Isto tudo será devidamente registrado e catalogado, com a nítida intenção de reduzir o efeito de nossas atividades.

Porém eu afirmo que nossos números são expressos através de sistema projetivo de rede de conexões cerebrais, algo que esta primitiva influência é incapaz de ser impeditiva em nossas ações de recuperação de indivíduos dentro deste quadrante.

Em outras palavras, tudo que conseguimos melhorar cognitivamente, é repassado mente para mente na forma de autodescobertas projetivas, sem a necessidade de contato direto com a coisa informada textualmente. Nosso trabalho de compilar as informações na forma de áudio, vídeo e escrita é apenas para demonstrar o que estamos propondo a ajudar para milhares de pessoas que expectam necessidades básicas e vitais.

Dionísio, sua forma física é irrelevante para mim. O amor que sinto por você é superior ao apogeu e declínio de qualquer existência. Quando morarmos em Kitara você irá adquirir a forma física desta expressão enigmática que colocarei a seguir, mas poderá assumir sua forma atual ou outras que desejar conforme o aprendizado de nossa tecnologia que vou te ensinar como proceder. Fixe bem este código da forma que te ensinei um dia, é importante que você compreenda que é através dele que vou te achar em Órion: Jax axilon soape oniox nagape Navergo apix taerix hera anil nierbis avec ebra lineus Bar exaed hidra rima. Essa é a forma que consegui para seu corpo que já se encontra em hibernação em Órion. Não sei precisar quando será o seu desacoplamento aqui neste planeta, mas você não irá diretamente para Órion caso venha a se desacoplar primeiro que eu. Neste caso será deslocado para uma estação orbital que fica em uma lua de Saturno. Lá possui um bioma isolado por uma cúpula onde você ficará repousando em um corpo provisório até que o meu desacoplamento faça você ser deslocado para meu encontro em Órion.

A pessoa terrestre que possui este corpo aqui no planeta não está inserida no projeto, portanto você não deve procurá-la, ela nada tem a ver com sua vida estelar.

Fonte: 010 - Max Diniz Cruzeiro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias

Http://www.Auto-doc.pt