Sabado, 25 de Novembro de 2017 - 12:07 (Esportes)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

MORRE AOS 32 ANOS SURFISTA CAMPEÃO BRASILEIRO

Jean começou a surfar aos sete anos e competia profissionalmente desde os 12 anos. Neste período, representou o Brasil em várias competições de surfe pelo mundo.

O atleta joinvilense Jean da Silva morreu nesta sexta-feira, aos 32 anos, em Joinville. Ele foi o primeiro catarinense a vencer um campeonato brasileiro — no caso, o circuito do Brasil Surf Pro, em 2010. Atualmente, ocupava a 137ª posição no ranking do Men's Qualifying Series Rankings, divisão de acesso do Circuito Mundial.  

A informação foi divulgada na manhã deste sábado, quando amigos e fãs compartilharam seus sentimentos luto nas redes sociais. A família não divulgou a causa da morte. Jean será velado a partir das 14 horas na Capela 2 do Cemitério Municipal, no bairro Atiradores, e o enterro ocorrerá no domingo, também no Cemitério Municipal, às 10 horas.

Nascido em Joinville, Santa Catarina, aprendeu a surfar em Balneário Barra do Sul, localizado a cerca de 40km de sua cidade natal. A primeira prancha de Jean foi presente do pai, aos 7 anos de idade e aos 13, começou a competir. 

Em 2006 foi terceiro colocado no Mundial Pro Júnior, na Austrália, e também vice-campeão catarinense de surfe. Em 2010, foi o primeiro de seu estado a vencer o Campeonato Brasileiro. No âmbito internacional, Jean da Silva venceu as etapas do QS de Fernando de Noronha (2006), Cascais (2008) e em Vigínia Beach (2012). Atualmente, ocupava a 137ª posição no ranking da divisão de acesso à elite do surfe. 

Jean começou a surfar aos sete anos e competia profissionalmente desde os 12 anos. Neste período, representou o Brasil em várias competições de surfe pelo mundo. Ainda neste mês,  havia disputado o QS 3.000 em Maresias, na cidade de São Sebastião (SP). 

— Encaro ele [o surfe] como minha vida. Ele que formou o Jean que é hoje. Imagina, quantos países eu viajei para cima e para baixo, competindo ou atrás das melhores ondas. Não só competindo, mas também fazendo papel de free surf e todas essas idas e vindas foram muito ricas pra mim. Encaro da mesma forma, sempre procurando a essência do surfe — afirmou o joinvilense em vídeo publicado pela sua patrocinadora, a grife Maresia, há cerca de 20 dias.

Nas redes sociais, o irmão dele, Maycon Pahl da Silva, escreveu:

"Amigos e familiares, com um pouco de energia que me resta e ainda sem entender, sinto informar que meu irmãozinho Jean Pahl da Silva, meu eterno ídolo, veio a falecer. Mais tarde informaremos onde e quando será seu velório. Meu irmão, onde quer que estejas, saiba que vai faltar espaço para tantos elogios pra tentar te descrever! Estou arrasado". 

O atleta William Cardoso foi um dos primeiros a publicar sobre a morte de Jean.

Fonte: esporteig/anoticia

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/morre+aos+32+anos+surfista+campeao+brasileiro/101481

News Rondônia