Colunista

Benê Barbosa acaba de completar trinta anos de atividades na imprensa rondoniense, sempre na região de Pimenta Bueno e Rolim de Moura. Participou da fundação de inúmeros veículos de comunicação no interior do Estado. Benê Barbosa veio para Rondônia direto para Pimenta Bueno e três anos depois mudou-se para Rolim de Moura. Voltou à Pimenta depois de 4 anos e até hoje migra de uma cidade para outra. Estava em Rolim na Copa do Mundo de 2010, vai acompanhar a de 2014 morando em Pimenta e provavelmente estará em Rolim na de 2018. Sem formação acadêmica como jornalista, Benê Barbosa é cronista, contista e no mercado de trabalho da comunicação se qualifica como redator. Ele critica a falta de critérios das Delegacias Regionais de Trabalho na concessão de registros profissionais em carteira. Na opinião dele a profissão foi banalizada porque qualquer pessoa consegue registro no DRT como jornalista sem nenhum tipo de avaliação. Reconhecido como um dos mais competentes profissionais na imprensa rondoniense, Benê não recorreu ao registro fácil DRT. "Prefiro ser apenas um redator de razoável competência. É bem melhor fazer parte dessa multidão de "jornalista" medíocres, alguns precariamente alfabetizados, sem dom natural para escrever e que também não frequentaram a escola para aprender.

Colunas